Página Inicial / Observatório / Apresentação

Apresentação

O art. 6º da Lei 11.892, que lista as finalidades e características dos Institutos Federais, em seus incisos II e IV, chama a atenção para a questão da territorialidade, ou seja, a necessidade dos institutos serem atores no desenvolvimento socioeconômico regional.

A iniciativa do Observatório do IFAL constitui-se como um conjunto de serviços e ferramentas relacionadas ao campo educacional e socioeconômico, além de suas interfaces com a Educação Profissional Científica e Tecnológica – EPCT, a fim de subsidiar a Rede Federal na formulação de suas políticas institucionais de Ensino, Pesquisa e Extensão, para que estejam sintonizadas com a realidade socioeconômica local, bem como, ser referência na definição de políticas públicas em diversos campos de atuação no país.

Neste espaço serão reunidas informações e elementos textuais e gráficos, em diversos níveis territoriais (municipal, microrregional, mesorregional, estadual, regional e nacional), com uma radiografia que expõe os aspectos referentes ao mundo do trabalho, às políticas de desenvolvimento, à caracterização social, econômica e cultural das regiões, às vocações e potencialidades e aos estrangulamentos e problemas existentes.

Visa-se disponibilizar dados, informações e análises socioeconômicas que serão utilizadas na definição de políticas públicas de expansão da educação profissional e tecnológica. Destaca-se, também, o papel do observatório, como um instrumento para a busca da eficácia dos programas e projetos de educação profissional e tecnológica da rede nacional, em especial proporcionando parâmetros empíricos para as instituições nele abrigadas planejarem a sua intervenção/expansão regional.

Serão quatro as linhas de ação, a saber:

a) centralização dos dados relativos à região, correlacionando-os com outros parâmetros externos;

b) identificação de potencialidades locais, com vistas à prospecção de tendências;

c) disponibilização das informações obtidas à sociedade, como forma de auxílio para a elaboração de trabalhos, assim como orientar ações de políticas públicas e investimentos voltados ao desenvolvimento regional;

d) acompanhamento da evolução das informações relativas à estrutura física, administrativa e discente do Instituto Federal de Alagoas.

A posteriori, serão publicadas análises socioeconômicas visando destacar os gargalos e potencialidades relacionadas às regiões e municípios estudados, a fim de contribuir para a elaboração de políticas públicas voltadas ao desenvolvimento municipal e regional.

Equipe Técnica: Carlos Fabiano da Silva - Economista IFAL

E-mail: carlos.fabiano@ifal.edu.br

Contato: (82) 3194-1168

SIPAC

SIPAC